Empresa Produtos Assistência Técnica Seu Negócio Tecnologia Fale Conosco
                   
                      OK


VENDAS (18) 3652-1260
Rua Itápolis, 140
CEP 16300-000
Penápolis - SP
A Pecuária como Investimento

Marcos Reinach1

Além de ser uma atividade econômica e produtiva, a pecuária deve ser analisada como um investimento e, como tal, deve ser avaliada dentro dos mesmos critérios utilizados em qualquer tipo de investimento.
Quando pensamos em investimento a primeira imagem que nos aparece é a de um Banco, com aplicações em fundos, ações e muitas outras opções que nos oferecem a cada dia.

Existe, no entanto, uma maneira simples de comparar e avaliar qualquer investimento, tanto no mercado financeiro como em outro mercado que pensemos em participar. Para isso, devemos olhar para três aspectos - rentabilidade, liquidez e segurança – imaginando-os como um tripé. Nunca teremos esses três aspectos de forma positiva, ou seja, nunca teremos um investimento com alta rentabilidade, alta segurança e alta liquidez. Mesmo parecendo um pensamento simplista, esta visão nos traz uma clareza na compreensão e julgamento de um investimento.

Levando-se em conta este tripé, na atividade da pecuária, vemos que temos uma excelente liquidez, uma segurança alta e de acordo com a análise descrita acima uma rentabilidade baixa. A liquidez é impressionante, visto que estando com o seu produto em qualquer estágio da produção o pecuarista pode colocá-lo no mercado e receberá o valor correto, diferente do que um industrial que, com o produto no meio da produção, não consegue nem o valor da matéria prima, nem do produto acabado, ou mesmo o agricultor que, até que tenha feito a colheita da sua produção, não possui nada para comercializar. A liquidez na pecuária é tamanha, que é difícil imaginar uma atividade econômica onde não se faz necessário um esforço de venda, ou seja, somente com um telefonema o comprador vem a sua propriedade e retira a sua produção. A grande segurança observada na pecuária provém do fato de trabalhar com um ativo real com baixo nível de morte, doença, roubo, perda, etc.

Com todas essas características de liquidez e segurança, fica difícil acreditar em uma rentabilidade elevada, portanto alguma mudança deve estar ocorrendo para justificar esse investimento. Nos últimos dez anos, observamos na pecuária brasileira um nível de investimento não compatível para uma atividade com um baixo nível de rentabilidade.

A evolução tecnológica da atividade pecuária está cada vez mais acessível aos pecuaristas, trazendo com isso, entre outros benefícios, o aumento da produtividade. Entretanto, seus benefícios não estão obrigatoriamente ligados ao aspecto investimento. Para aqueles que não dispõe de recursos para investimentos, algumas técnicas simples, como um melhor manejo de pastagem, já proporcionam um aumento de produção, sem que seja necessário investir absolutamente nada, somente aplicando uma nova tecnologia. Para aqueles que podem investir, a evolução tecnológica coloca à disposição inovações mais sofisticadas com viabilidade econômica comprovada e resultados surpreendentes.

A pecuária talvez ainda não possa ser comparada a uma indústria de transformação ou a um prestador de serviços, mas também não pode, nem deve mais, ser tratada como uma atividade extrativista. Devemos enxergá-la como atividade econômica onde, de acordo com o nível de investimento e o grau de utilização da tecnologia, pode-se modificar os níveis de produtividade e, eventualmente até, de rentabilidade.

Com este cenário tecnológico, o investimento na pecuária modifica os fatores analisados. A partir do momento em que trabalhamos com mais tecnologia, observamos um maior risco envolvido, pois mais variáveis passam a fazer parte da atividade, e desta maneira podemos trabalhar com uma pecuária mais rentável e ainda condizente com uma liquidez elevada.

Se não forem feitos investimentos na atividade de pecuária, ela será cada vez mais deslocada para áreas onde a baixa tecnologia ainda é aceita, e tudo permanece como está, por mais um período. Por outro lado, fazendo investimentos em tecnologia, estaremos tornando a atividade mais arriscada, porém com uma maior rentabilidade. O tripé continua valendo, porém os três – rentabilidade, liquidez e segurança – encontram-se mais equalizados com as outras atividades da economia.

Nada melhor do que ter que investir em uma atividade onde as inovações tecnológicas existem e estão disponíveis para todos.

1Marcos Reinach é empresário e pecuarista com propriedade em Aparecida do Taboado (MS).

e-mail: reinach@terra.com.br


Lançamentos






Parceira




by hmc